Home

Várias Línguas Nacionais

uma língua oficial para a UE

 

Os Lusíadas

 

Esta página é uma homenagem aos “Os Lusíadas” que é o maior símbolo da Nação Portuguesa.

Disse Vitorino Nemésio, a propósito de "Os Lusíadas" e do seu autor, Luís Vaz de Camões: “Catedral do Homo Sapiens que abençoa sem mitra..., o poeta de sangue, dador de sangue.”

Texto de Os Lusíadas                               Declamações de partes de Os Lusíadas                                  

                                                                   (intérpretes: Rogério Paulo e Laura Soveral)  

Canto I                       

                                                                                 Concílio dos deuses - Canto I: XIX a XLI

                                         Primeira intriga de Baco - Moçambique - Canto I: LXXIII a LXXXIII

Canto II                

                                              Vénus intercede pelos Portugueses - Canto II: XXXVIII a XLIV

Canto III               

                                                                              A Formosíssima Maria - Canto III: C a CVI

                                                                               Inês de Castro - Canto III: CXX a CXXXV

Canto IV                 

                                                                            O Velho do Restelo - Canto IV: XCIV a CIV

Canto V               

                                                                                         O Adamastor - Canto V: XXXVII a L

Canto VI                

                                                                           Baco no Concílio - Canto VI: XXVII a XXXIV

                                                                                    A Tempestade - Canto VI: LXX a XCIII

Canto VII             

                                            Discurso de Vasco da Gama ao Samorim - Canto VII: LX a LXIII

Canto VIII                 

                                                             Defesa de Vasco da Gama - Canto VIII: LXV a LXXV

                                                                   Conspiração em Calecute - Canto VIII: XLV a LIII

Canto IX

Canto X

Memorial

Rui

 

Didática de os Lusíadas

Aceda  à publicação “Didáctica de OS LUSÍADAS”. É-me impossível referir Camões sem recordar esta publicação e a sua coautora  Aida Sá Viana de Alvarenga.  Inúmeros testemunhos dos seus antigos alunos fazem concluir que rigor, exigência e uma enorme paixão pelo ensino elevam o professor a uma inesquecível memória de vida. Aida Alvarenga corrobora o facto de o ensino poder ser a mais bela profissão do mundo.  A “Didática de OS LUSÍADAS “ensina os professores a ensinar que “Camões, utilizando a erudição e inspirando-se num género estético peculiar, soube realizar a síntese dos valores de uma nação: universal, pelos valores superiormente humanos que exaltou; nacional, pelo seu patriotismo.