Home

Várias Línguas Nacionais

uma língua oficial para a UE

União Europeia a uma voz

 

Este Site é dedicado à ideia de que a União Europeia deverá, através de um processo democrático e consensual, instituir uma Língua Oficial que os estados membros adotem como segunda língua oficial.

Pretende-se que esta Língua Comum em nada diminua ou prejudique a língua  materna de cada estado membro. O objetivo é dar unidade à UE preservando a diversidade linguística que engrandece a Europa.

A Língua é uma das características mais marcantes e estruturantes da identidade de um estado ou nação. Sem uma língua unificadora do espaço europeu os cidadãos da UE serão sempre descriminados pela sua nacionalidade, alvo de visões sectárias, reféns da perspetiva nacional sem poderem adquirir o correto equilíbrio entre a dimensão Comunitária, nacional e regional.         

Se todos reconhecemos valor na capacidade de dominar uma segunda língua, se são vários os casos de países com duas línguas oficiais então qual é a dificuldade em se aceitar que os países membros da EU adotem uma segunda língua oficial que dê corpo a uma integração europeia efetiva?

A elite política não pode deixar de concordar com esta perspetiva. Ela já é bilingue. Porque razão é que os seus eleitores não devem poder ser bilingues?!

Alguém poderá ver na obrigatoriedade de domínio de uma segunda língua uma maçada e uma imposição despropositada. Esse alguém não será certamente apologista da escolaridade obrigatória e de uma Europa sem fronteiras.

A tarefa de instituir uma segunda língua oficial não será fácil mas também não é uma utopia. Sairá caro e será um processo demorado mas os benefícios são evidentes e compensarão largamente o esforço.

Março 2004

 

 

(Reveja a História da Torre de Babel – Bíblia Sagrada, Génesis 11, 1-9. Cumprida a parte de nos espalharmos pela terra, retomemos a ideia de uma língua que nos una)

Memorial

Rui